Tags : 25 de abril

  • avatar

    Em Abril Feriados Mil!

    Robinson Kanes, em naoequenaohouvesse04/05/2017 às 09:34

      Hilaire-Germain-Edgar Degas, Cena na Praia (National Gallery) Fonte da Imagem: Própria   Terei sido só eu, ou foram mais alguns que sentiram que no mês de Abril o país parou? Aliás, continua parado pelo menos até ao final da primeira quinzena de Maio, que começou com um (...)

    Ler mais
  • avatar

    O estranho caso da RTP2

    Tiago Lourenço, em acaixaquejafoimagica01/05/2017 às 10:43

               A RTP2, no feriado de 25 de abril, terá registado o pior resultado da sua história. Com 0,9% de audiência média no total diário, o segundo canal foi apenas o 15º. mais visto daquele dia.      Além disso, em várias madrugadas, a estação do Estado (...)

    Ler mais
  • avatar

    Desfile do 25 de Abril de 2017

    Armando Isaac, em armandoisaac29/04/2017 às 20:58

    O meu olhar sobre o desfile do 25 de Abril, desde o Marquês de Pombal, passando pela Avenida da Liberdade, até ao Rossio.                                                                               (...)

    Ler mais
  • avatar

    Viva Portugal

    gruponet, em culturall29/04/2017 às 20:00

    Cinema Data: 30 de abril 2017 Horário: 21h Local: Academia Almadense, Almada   Viva Portugal , um filme de Malte Rauch, Christiane Gerhards, Samuel Schrimbeck, Serge July, sobre o decurso da Revolução dos Cravos, está em exibição na Academia Almadense, dia 30 de abril às (...)

    Ler mais
  • avatar

    Efeméride

    José Meireles Graça, em gremlin-literario29/04/2017 às 14:16

    No feriado do 25 de Abril, da parte de tarde, estive no meu quintal a transferir compostagem de um lado para outro, razão principal porque não ouvi os discursos. De toda a maneira, motivos de força maior desta natureza têm-me impedido há muito de os ouvir, salvo num ocasional (...)

    Ler mais
  • avatar

    Salazar, por Franco Nogueira

    Bic Laranja, em biclaranja28/04/2017 às 22:00

    « Termino com este sexto volume a biografia de Oliveira Salazar. Na portada do primeiro tomo, afirmei o propósito de isenção, serenidade, frieza e recusa a elogio e vitupério. Quanto humanamente viável, penso que o consegui. Creio que não terei agradado aos fanáticos de (...)

    Ler mais