Tags : alentejo

  • avatar

    Entrevista a Paulo Monteiro

    Hall Paxis, em hallpaxis16/11/2017 às 22:34

        Paulo Monteiro, mais conhecido por Paulo Abreu Lima, 1º classificado na categoria Poesia na 1ª Edição do Prémio Literário "Do Mosto à Palavra", nasceu em Angola, mas há várias décadas que adotou Beja como sua. É autor e compositor de canções simples e singelas, um (...)

    Ler mais
  • avatar

    MOKANDA DO SOBA . CXXIX

    kimbolagoa, em kimbolagoa12/11/2017 às 11:14

    TEMPOS PARA ESQUECER – 12.11.2017 - ANGOLA DA LUUA XXXIV . NA GUERRA DO TUNDAMUNJILA - Não se fizeram só generais de aviário não! Foram muitos outros em muitas áreas que como políticos fizeram demasiados desmandados… Por       T´Chingange - (Otchingandji) De entre os (...)

    Ler mais
  • avatar

    A HISTÓRIA DO ZÉ DA BURRA…

    Isabel A. Ferreira, em arcodealmedina10/11/2017 às 14:38

      … é a história chapa 5 dos aficionados de selvajaria tauromáquica. Obviamente cobardes.   Faço esta denúncia publicamente, para que corra mundo (e já são 90 os países de todos os continentes aonde chega este Blog) e se saiba que em Portugal isto acontece, com o aval das (...)

    Ler mais
  • avatar

    Anti-Telejornal

    Sérgio Ambrósio, em tudopassacarago07/11/2017 às 20:51

    Não. Não é por veres o Telejornal que o país e o mundo vão ser automaticamente melhores. Além disso, o Telejornal não serve para me manter informado. Serve apenas de meu padrinho na minha relação oficial com a desgraça.   O Telejornal é um programa perverso. Leva as (...)

    Ler mais
  • avatar

    O Chá ❤

    as rainhas <3, em asrainhasladecasa06/11/2017 às 21:12

      Aquele meu vício 😊 Hoje a escolha é a Lúcia Lima, colhida num cantinho muito especial lá pelos Alentejos ! Rainha Grace ❤

    Ler mais
  • avatar

    Escola Secundária de Serpa: até quando sem obras?

    /i., em perspectivaseolhares04/11/2017 às 15:53

        "(...) acabou-se o Alentejo ou então o Alentejo um reflexo no vidro, acabaram-se os campos, acabaram-se os montes, acabaram-se as tabernas à beira da estrada, só sobrevive o vazio (...)" António Lobo Antunes , Para aquela que está sentada no escuro à minha espera   A (...)

    Ler mais