Tags : pensamentos

  • avatar

    Divagações

    O Informador, em oinformador21/01/2018 às 08:32

    Hoje apetece-me iniciar o dia a divagar! Divagando sobre tudo e mais alguma coisa porque se o pensamento se deixa levar por outros caminhos acabamos por vaguear por aí, percorrendo territórios e imaginações que nos ajudam a transportar a mente para outros locais onde não (...)

    Ler mais
  • avatar

    Pendências...

    Xana, em letitbe119/01/2018 às 16:50

     - A minha pendência, trouxe-me à razão,  e fez-me tomar consciência, que tudo é, menos pendente... Xana   (imagem da net)      

    Ler mais
  • avatar

    Chaleira...

    Sílex, em escurecer19/01/2018 às 12:33

              Sou, qual chaleira ao lume, se enfurecida. Deixem-me, chiar! Expelir o vapor. Deixem-me em paz! Não tentem argumentar, nem compreender-me. Não há nada a fazer! Deixem-me em silêncio. Deixem-me amuar; que quando o a tempestade passa, não parece ter havido (...)

    Ler mais
  • avatar

    Taras e manias, vá-se lá saber.

    Peixe Frito, em ohdaguardapeixefrito19/01/2018 às 09:56

    Há quem defenda que apanhar ar faz bem à alma. Caminhar. Apanhar sol nas trombas. Ver o mar. Ouvir as ondas... o cheiro a maresia. E.. snifar algas. Pára tudo! Eu sei que há gostos esquisitos - muita gente me olha de soslaio por eu adorar o cheiro a gasolina (sem instintos (...)

    Ler mais
  • avatar

    A felicidade e o medo

    C., em olharesazuis17/01/2018 às 09:51

    Por incrível que isso vos possa parecer, o que sinto é isso mesmo, felicidade e medo. Sou tão feliz, que o medo de perder essa felicidade acompanha-me sempre. Gosto tanto da minha vida, que tenho MEDO que esta mude . AMO tanto esta minha família, que tenho MEDO que aconteça (...)

    Ler mais
  • avatar

    Qual o preço de ter tempo de qualidade com os outros?

    David Marinho, em domingoatarde17/01/2018 às 01:26

    Sei que as horas são propícias a devaneios estúpidos, insensatos ou confusos. Mas a pergunta que me fiz até foi bastante válida, porque realmente qual será o preço de voltarmos a ter tempo de qualidade com os outros, sem que sejamos impostos pelas - desculpem o pleonasmo - (...)

    Ler mais