Tags : poesia

  • avatar

    Mar Becker

    Talis Andrade, em talisandradehá 3 horas

      quando morrem,   as mães deixam um enxame de bocas no mundo: um vulto de milhões de vozes que orbitam e sonham em torno dos corpos das filhas.   à noite, como se cantassem.   são bocas que lembram halos de sétimo dia ou fendas em fumaça de incenso.   [santo, santo, (...)

    Ler mais
  • avatar

    do alto da torre da igreja

    sonia'g, em andarporforahá 6 horas

      Do alto da torre da igreja Vê-se o campo todo em roda. Só do alto da esperança Vemos nós a vida toda.   Fernando Pessoa   foto | Alfandega da Fé | março'17

    Ler mais
  • avatar

    Encontrar o sentido no Sol

    antonioramalho, em anpera21há 8 horas

    À espera do que vai ser o que trocou a facilidade. Na conformidade do sol, pensar o significado do que deixa o que deve permitir. Anseia por conhecer o que acredita na razão e no gosto que se esquece, na maneira que vai fazer entender o sol, que fica a fazer o que não sabe se (...)

    Ler mais
  • avatar

    Por vezes inventamos pessoas...

    Palavrasfelinas, em palavrasfelinashá 8 horas

    Tanta coisa acontece ao mesmo tempo...tantos porquês e tantos senãos Partilhamos a rua e a nossa face com quem se cruza connosco Cada um é um mundo..cada um está no seu mundo...e contudo Todos partilhamos o mesmo mundo...o mesmo sol...a mesma superfície Vivemos isolados dentro (...)

    Ler mais
  • avatar

    Religião

    Carolina Paiva, em postscriptumbloghá 8 horas

      Tu como uma cruz. Símbolo da adoração. Representação dourada. Causa da dor latejante nos meus joelhos. Não te esqueças de respirar. Bem fundo, como no fundo do mar. Arcos, setas e feridas - mapas rasgados.   Vens de onde? Vens do vento?  Ou será do engano?  

    Ler mais
  • avatar

    Dylan Thomas - In My Craft or Sullen Art

    Luis Soares, em lsoareshá 15 horas

    In my craft or sullen art Exercised in the still night When only the moon rages And the lovers lie abed With all their griefs in their arms, I labor by singing light Not for ambition or bread Or the strut and trade of charms On the ivory stages But for the common wages Of their most (...)

    Ler mais
  • avatar

    Odiar...

    Filipe Vaz Correia, em canecadeletrashá 19 horas

          Silenciosamente; Se vê pelo caminho, Indiscretamente, Um sopro levezinho, Insistentemente, Vai segredando baixinho, Levemente, Contando devagarinho, Ardentemente, A dor de um tontinho, Que estupidamente, Vai gritando sozinho, O ódio guardado na sua mente...   Odiar; (...)

    Ler mais
  • avatar

    "Al Berto" estreia a 5 de Outubro (com trailer)

    dezanove, em dezanovehá 20 horas

      A nova longa metragem de Vicente Alves do Ó já tem data de estreia nos cinemas portugueses: 5 de Outubro.   O realizador português procurou na sua terra Natal, Sines, as marcas que Al Berto, pseudónimo de Alberto Raposo Pidwell Tavares, ali deixou. Foi em Sines que o artista (...)

    Ler mais
  • avatar

    Namorados do Mirante

    Rita PN, em atequeossentidostransbordem16/08/2017 às 08:25

      Eles eram mais antigos que o silêncio A perscrutar-se intimamente os sonhos Tal como duas súbitas estátuas Em que apenas o olhar restasse humano. Qualquer toque, por certo, desfaria Os seus corpos sem tempo em pura cinza. Remontavam às origens – a realidade Neles se fez, de (...)

    Ler mais