Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LER

Livros. Notícias. Rumores. Apontamentos.

Edição especial (XIII)

«Saramago não é o maior escritor português da actualidade. Para mim, esse é, de longe, António Lobo Antunes. É um gigante. Teria algum pudor em me encontrar com ele para o conhecer, e, contudo, adoraria conhecê-lo. Ele é um grande e Portugal não lhe deu ainda o devido reconhecimento. Devia ter ganho o Nobel há já algum tempo. Mas não aconteceu. Por causa de Saramago. Deviam ter ganho ambos.»

 

«O problema do colapso económico pode ter consequências muito boas. Quando as coisas estão mal, muito mal, as pessoas começam a ler com seriedade, a ler melhor, e os jovens a ter fome de algo mais substancial do que a pastilha elástica momentânea da pop. Já foi assim.»

 

«Precisamos terrivelmente de quem traduza Camões. Falta à nossa cultura europeia o conhecimento do génio de Camões.»

Excertos de uma grande entrevista com um dos mestres do nosso mundo, do nosso tempo, em exclusivo no nº 100 da LER, nas bancas quinta-feira. Imperdível.

Edição especial (IX)

«O conto Estrada 43 [de José Cardoso Pires], por exemplo, dava um filme do caraças. É a história de uns tipos que estão a alcatroar uma estrada no Alentejo. É muito americano, aquilo podia passar-se no Sul dos Estados Unidos, podia ser feita pelo John Ford que fez As Vinhas da Ira, de John Steinbeck.»

Fernando Lopes [LER nº54, Primavera de 2002]

Pág. 1/4