Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LER

Livros. Notícias. Rumores. Apontamentos.

Spillane?

"Três romances policiais inacabados e recém-descobertos do escritor norte-americano Mickey Spillane vão ser publicados pela Titan Books, entre 2012 e 2014, anunciou a editora." Até aqui tudo bem, mas há mais: "As obras serão concluídas pelo escritor Max Allan Collins, autor de “Caminho de Perdição”, amigo de Spillane e depositário dos arquivos do criador do detective Mike Hammer, personagem que protagoniza as três aventuras inéditas." Será correcto "concluir" obras que os autores deixaram inacabadas?

Em benefício da concentração

O lugar dos escritores é atrás das grades:

 

"From a strictly literary point of view, prison was the best thing that ever happened to the marquis. It was only behind bars that Sade was able to knuckle down and compose the imaginative works upon which his enduring, if peculiar, reputation lies."

 

 

Aqui.

Maria Lúcia Lepecki

A escritora e ensaísta brasileira Maria Lúcia Lepecki morreu ontem aos 71 anos em Lisboa, vítima de cancro, disse à Agência Lusa o escritor Baptista-Bastos. Maria Lúcia Lepecki nasceu em Axará, no estado de Minas Gerais, no Brasil, mas estava radicada há várias décadas em Portugal, sendo uma profunda conhecedora da literatura portuguesa. Brasileira de nascimento e portuguesa por casamento, Maria Lúcia Lepecki estudou em Paris, foi bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian e professora catedrática na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Ler a notícia aqui.

Livro de Hermínio Martins destacado no El País

«Hermínio Martins es un lúcido representante de un racionalismo muy opuesto al fatalismo y a cualquier ataque oscurantista contra la ciencia. Es uno de los mejores pensadores de los que hoy están a nuestra disposición. Su obra, en gran parte aquí recogida, es un buen, un necesario remedio, contra la enfermedad confusionaria de quienes han hecho una industria con su oficio de sermonear contra una civilización de la que viven y a la que tanto necesitan para pasar por sabios indignados. E incomprensibles.» Excerto da crítica de Salvador Giner ao livro Experimentum Humanum - Civilização Tecnológica e Condição Humana, lançado há poucas semanas pela Relógio d'Água.

Pág. 1/4