Posts com a tag poesia

  • avatar

    Hoje, não vivi

    Ana Pinto, em anapintoautorahá 15 horas

    Hoje eu acordei Com uma saudade De ver essa beleza Passando pela minha sala, Observar os detalhes Tão preciosos Que existem em cada fragmento. Saudade de ouvir A voz mais doce Ecoar o meu nome Como num grande alto-falante, Em apenas trinta e cinco metros quadrados. Saudades do (...)

    Ler mais
  • avatar

    Calhandras e calhandreiros

    MarRib, em silencioshá 17 horas

        Imagem: fotografia minha. Julho 2024, Praia Fluvial da Barroca.   Da calhandrice. Um que fala, o diz que disse. Interpõe distância. Afinal... Quem pela frente te, trata bem. Sabes que por muito, que gabem. Por trás de ti, fala mal. À língua afiada. Dá-lhe desprezo e (...)

    Ler mais
  • avatar

    POEMS FROM THE PORTUGUESE

    CNC, em e-culturahá 21 horas

    POEMA DE VASCO GATO    Repara nos velhos Repara nos velhos. Dementes, doridos, restos de casas. Vivem agora a lepra de todos nós. Não lhes chegamos. Tresandam. Esquecem. Apoderam-se do nada. E nós, capitosos, brindamos com o vinho que também eles sorveram, desdenhando a morte (...)

    Ler mais
  • avatar

    Saudades de amor

    MM, em fragmentosdemiguelmoreno21/07/2024 às 00:01

    Dizem que a saudade dói Mas o que entendem eles de saudade Se a saudade que mora em mim Não é a saudade de um qualquer frenesim É um grito de liberdade De um amor que não tem fim    Dizem que dói a saudade A mesma saudade que um dia trouxe a felicidade  É um aperto no (...)

    Ler mais
  • avatar

    Tudo o que tu és

    Folhasdeluar, em folhasdeluar19/07/2024 às 07:55

    Acendem-se os corpos Nas pétalas suaves do vento O luar...o mar... Tudo escorre do círio do tempo O mel...a fúria... O retrato que arde na distância de um lamento Fechada a vida...dispersa a infância O rio corre agora livre e ágil pelas veias Os cardos que pisaste As cordas em (...)

    Ler mais
  • avatar

    Recordando... Rogério Fernandes

    cateespero, em cateespero19/07/2024 às 00:00

    APELO   Dá-me as tuas mãos, e corramos livres pelas ruas floridas, como um vento que não tem horizonte definido! Carregados de perfume e de brancura, sejamos os audazes caminheiros de todos os rumos e de todos os ritmos, enfim, senhores dos dias e dos nossos corpos! Solta o teu (...)

    Ler mais
  • avatar

    és tu assim

    migalhas, em nexus18/07/2024 às 20:00

    tanta cor nessa branca cal és tu assim, tal e qual   beijada pelo sol pela brisa acariciada reinas plena nessa altivez sempre serena, para sempre desejada   és tanta luz, maior a alma és de uma dimensão inexplicável na beleza que irradias sempre tão calma és fértil flor, (...)

    Ler mais
  • avatar

    Nuvens Dispersas

    Maria Neves, em mluciadneves17/07/2024 às 16:32

      A luz da manhã entrou, Pássaros cantavam em sinfonia, O tempo por um momento parou, Preparava-se apenas um novo dia. De frente contemplei o mar, Tranquilo na sua imensidão, Parecia ter algo para contar, Mas não era ocasião . Lembro quando caminhava em direção ao cais, (...)

    Ler mais
  • avatar

    Perdão

    a. almeida, em diariodequemjanaovaiparanovo11/07/2024 às 14:02

    Oro e laboro, Como pecador confesso, De humana fraqueza moldado; Rio e choro, Mas, contrito, a Deus peço Perdão, por todo meu pecado. Tem que haver dimensão Para tudo quanto fazemos, Na labuta do nosso viver, Seja destino ou mero fado; Ora se Deus é todo perdão E se assim o (...)

    Ler mais