Posts com a tag escrita

  • avatar

    Thunder

    Maria, em narrativahá 3 horas

        Gostava de trovões. Precipitava-se para a janela quando a trovoada se abatia sobre a cidade. A mãe assustada corria a puxá-la para trás advertindo-a do perigo, entre um benzer apressado e um evocar de Santa Bárbara! A custo e de cara feia obedecia e ficava a olhar de (...)

    Ler mais
  • avatar

    O senhor da cama quatro

    Maria João, em medicaemconstrucaohá 6 horas

    Era como o meu avô. Tinha um cuidado especial com as palavras, e uma atenção ao detalhe excecional ao contar histórias. Falou-nos do carbúnculo, da sua aldeia, e da vida que levou. Procurava em nós uns ouvidos dispostos a escutar os tramas, as suas paixões, e a forma poética (...)

    Ler mais
  • avatar

    Tanta inocência custa

    Romper do Dia, em romperdodiahá 9 horas

            Salvem os inocentes! A Terra deles é outra e não o pântano putrificado onde caminham, certos de serem a resposta e a luz no coração da treva. Salvem-os! Dão-me pena. Alguém atire uma corda. Dê a mão. O golpe de misericórdia! Salvem-os. Tanta inocência custa! (...)

    Ler mais
  • avatar

    Despedida!

    José da Xã, em josedaxa19/05/2022 às 15:22

    Resposta a este desafio da Ana Retirou o pequeno caderno da gaveta, soprou o pó, depois passou-lhe a mão por cima e finalmente rodou a pequena chave do cadeado. Antes de abrir o velho diário mirou a imagem da figura feminina e recordou as infrutíferas tentativas de fazer aquele (...)

    Ler mais
  • avatar

    Ao Ler-te

    Sandra, em cronicassilabasasolta19/05/2022 às 10:58

    É uma fuga de nós mesmos, mas que acaba por nos conduzir a quem somos: não apenas gente entre gentes, mas algo mais concreto, que oscila entre o animal, o humano e o divino. É isso que sinto ao ler-te: a fuga, o mistério, a sensação de descoberta, o reconhecimento de algo (...)

    Ler mais
  • avatar

    Estou de volta, como prometido!

    Ismael Sousa, em umrapazmuitoqueer17/05/2022 às 17:00

    Estou de volta! Como prometi na última vez, aqui estou eu de novo. Um ano mais velho, algumas dores a mais e recuperado das energias. Pois é, cheguei aos 32! Os 30 estão a passar rápido (até parece que já estou quase nos 40!) e estes dois últimos anos passaram a voar. E (...)

    Ler mais
  • avatar

    Transforma-te em oiro

    Olga Cardoso Pinto, em acordaescrita16/05/2022 às 11:23

    Como as boas memórias podem transformar-se em pontes e levar-nos para lugares lindos, tempos bons, dias de criança, longos e de oiro. Dias ensolarados ou chuvosos, pouco importa, pois as memórias trazem vibrações positivas e ajudam a lembrar-nos quem fomos e no que nos (...)

    Ler mais
  • avatar

    Resposta nº 20...

    José da Xã, em ladosab16/05/2022 às 00:20

    ...  a este desafio da Ana Tema:  algo inspirador na 11ª imagem do teu telemóvel   Em Dezembro de 2017 assisti ao concerto, no MEO Arena, da banda na foto supra: Trovante. Haverá algo mais inspirador na foto que estes músicos? (A foto não é nada boa pois foi tirada de (...)

    Ler mais
  • avatar

    Esquecimento

    MM, em fragmentosdemiguelmoreno15/05/2022 às 22:34

    Fiquei esquecido nas memórias do esquecimento Em claustros sombrios numa alma dormente Labirintos anestesiados com o meu tormento E por ali vagueio, solitariamente Um dejavu, uma quimera Inverno que nunca será Primavera  Memória austera Que ninguém quer lembrar, esquecer (...)

    Ler mais
  • avatar

    A história de uma mulher (e do homem que ela ama)

    BeatrizCM, em fuiprocrastinar15/05/2022 às 20:32

    Ontem, fui a uma cerimónia receber uma menção honrosa que ganhei num concurso literário. O livro que submeti chama-se Histórias de Mulheres (e dos Homens que Elas Amaram), uma antologia de contos da minha autoria que não recebeu o primeiro prémio, mas sobre o qual foram ditas (...)

    Ler mais