Tags : poema

  • avatar

    Recordando... Luís Amaro

    cateespero, em cateespero13/12/2018 às 00:00

    RETRATO   Um silêncio, um olhar, uma palavra: Nasceste assim na minha vida, Inesperada flor de aroma denso, Tão casual e breve...   Já te visionara no meu sonho, Imagem de segredo, esparsa ao vento Da noite rubra, delicada, intacta. E pressentira teu hálito na 'Sombra Que (...)

    Ler mais
  • avatar

    A Pedra

    Contadora de Histórias, em historiadodia11/12/2018 às 14:56

    Uma vez um menino Que caminhava sozinho Encontrou, no caminho, uma pedra Ao tentar apanha-la, a pedra rolou E dentro do rio tombou O menino tentou alcança-la Mas a pedra era pesada E sozinho não conseguiu agarra-la Quando estava prestes a desistir Ouviu, atrás dele, outro menino a (...)

    Ler mais
  • avatar

    Por detrás das palavras

    Francisco, em fuisouserei08/12/2018 às 12:31

    Furtivas na sua elegância As palavras escorrem no papel Como tinta numa tela.   Para surgirem basta-lhes o incentivo, As restantes apoderam-se da brecha que provocámos Entre a sensação e a expressão: Um mar de tinta se revela, onde a vida marítima são emoções.   No fundo (...)

    Ler mais
  • avatar

    Agonia - Cesare Pavese

    Augusta Clara, em jardimdasdelicias05/12/2018 às 14:00

    Cesare Pavese  Agonia ( Goli Mahallati ) I rei pelas ruas até cair morta de cansaço saberei viver sozinha e reter nos olhos cada rosto que passa e continuar a ser a mesma. Esta frescura que sobe e me busca as veias é um despertar que em manhã nenhuma sentira tão real: (...)

    Ler mais
  • avatar

    Para não mais me esquecer

    Rita PN, em contame-historias26/11/2018 às 13:25

    Dizem-me que há outros mares, outras terras; outras flores e searas desertas; jardins perdidos e descobertas nas ruas insertas do coração. Falam-me da melancolia no olhar da oleografia, sempre que chove docemente, na parede intensa da lembrança. E revelam-me o que a poesia, de (...)

    Ler mais
  • avatar

    Floresta

    Rita PN, em atequeossentidostransbordem26/11/2018 às 11:02

    Entre o terror e a noite caminhei Não em redor das coisas mas subindo Através do calor das suas veias Não em redor das coisas mas morrendo Transfigurada em tudo quanto amei. Entre o luar e a sombra caminhei: Era ali a minha alma, cada flor - cega, secreta e doce como estrelas - (...)

    Ler mais
  • avatar

    No traço do poema ...

    Filomena, em alinhavodepoesias25/11/2018 às 12:55

    No traço do poema  desdobro as caras do Outono  hoje trovejado duma chuva miúda  e sulcado pelo corolário das brisas  ensopando o tronco das árvores  e sorrindo no cair da folha  bailando sem um porquê  que o tempo não contabiliza  e evadindo-se  num bafejado sopro de (...)

    Ler mais
  • avatar

    bula

    vinícius siman, em siman23/11/2018 às 21:43

    * desbravar desbravar & desbravar   aos olhos afiar a observação do mundo ao toque polir a percepção (um todo) sentir os malcheirosos becos da cidade & o perfume fúnebre das damas-da-noite ouvir -- apenas ensaiar o paladar com o sabor das palavras proferidas (...)

    Ler mais
  • avatar

    Bate a luz no cimo

    Existe um Olhar, em existeumolhar14/11/2018 às 10:53

    Bate a luz no cimo  Da montanha, vê...  Sem querer eu cismo  Mas não sei em quê....  Não sei que perdi  Ou que não achei...  Vida que vivi,  Que mal eu a amei !...  Hoje quero tanto  Que o não posso ter,  De manhã há o pranto  E ao anoitecer...  Tomara eu ter (...)

    Ler mais